30 de novembro de 2008

shakeofthedustarise.

Baby, as coisas não são tão maravilhosas assim. Vida real não parece filme. E eu também nunca enxerguei tanta beleza assim em filmes, quem dirá esses de princesa. Esses filmes idiotas me irritam! Sempre os mesmos homens lindos, olhos verdes, sem um fio de cabelo desarrumado, músculos e são sempre jogadores de beisebol. E a coitada da princesa sempre tem um diário com uma capa de couro e aquelas fitinhas rosas pra marcar a relevância dos fatos escritos nessa merda de diário. Dentro dele tem fotos, nomes de 483 machos, segredos, papel de bombom, algumas lágrimas ressacadas pelo tempo e outras entristecidas pela situação em si (ser uma princesa deve ser uma bela merda). Princesa que é princesa sofre por amor, sangra pelo seu amado.
E eu? Hahahahahahaha. O único sangue que sai das minhas veias é o sangue sujo. Aquele que causa a dor satisfatória, a vontade de sangrar cada vez mais só pra provar pro meu próprio eu que eu sou totalmente foda. O ranger dos dentes. O sorriso avermelhado, os dentes cobertos de sangue, as narinas machucadas. Eu drenaria todo o sangue do meu corpo e colocaria José Cuervo puro no lugar. Tequila. Arribando por aí: ACIMA, ABAJO, ADENTRO! E toda vez que um macho dominador aparecesse, a tequila fermentaria, aqueceria meu corpo a ponto de queimar minha pele e finalmente embebedar o desgraçado com o cheiro do meu suor... A cada tapa na cara, uma dose de Oro pra aprender a não mexer com chicas locas. A cada sodomia, o troco. A cada facada no peito, o troco. Eu faria você me chupar de canudinho, com uma pitada de sal na mão e um limãozinho antes pra tequila não descer raspando na garganta. Princesa é o caralho, eu sou a putinha safada. EU QUERO TODOS! Quero (a)foder com todos, ensiná-los o quanto uma mulher pode ser filha da puta e mentirosa. Pisar na cara desses malditos, humilhá-los.
- Pra quê tudo isso?
Revenge. Cansei de fingir orgasmos, sendo que sou EU quem os proporciona pra esses candangos. Eu nunca gozei, nunca matei, nunca amei. Sempre dei carinho e nunca recebi vírgula em troca. Sempre me dediquei de corpo e alma e nunca senti sequer um afeto momentâneo. Já que é pra ser putinha, seremos de verdade. Homens brincam o tempo inteiro. Ficou com vontade de brincar né?

- Eu não brinco em serviço, otário.

Um comentário: