9 de julho de 2009

É só você ficar de quatro e olhar pra trás - RETURN

02:21 am. Sexo a lua nua. Três bongs fumaçando. Eu, uma amiga e um pau (que não era de plástico) delicioso. Nós duas - como sempre - esquentando a noite. Lambidas, gemidos. Três dedos atolados na quentura. Milhões de pérolas negras perdidas no olhar. Putaria enérgica, quase sem fim. Aquele cheiro de mulher adocicada. Puxadas no cabelo, quatro pernas abertas. Lábio com lábio, língua por língua. Um meia nove delicioso regado a tempo. Uns quarenta minutos. "Tu é hetero mas adora ser chupada, né?" - Opa, mas é claro! Chupa aí, sei que gosta mesmo. Chupa bem gostoso que é pra isso que você tá aqui, bitch. "O pau me espera" - pensei. Passei pro macho, chupei ele bem gostoso (bem gostoso mesmo). Fico de quatro, esperando tudo aquilo me foder imensamente.

[continua]

Um comentário:

Juan Carlo Moravagine disse...

"Não é possível encontrar a obscenidade em qualquer livro, em qualquer quadro, pois ela é tão-somente uma qualidade do espírito daquele que lê, ou daquele que olha"

Henry Miller